| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

PARA ALÉM DA GRANDE MÍDIA
Desde: 10/01/2017      Publicadas: 108      Atualizao: 23/04/2018

Capa |  Cincia e Educao  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mdia  |  Justia  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MS DE MARO, MS DA MULHER  |  Poltica  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida


 Teologia e Vida

  31/03/2018
  0 comentrio(s)


BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO DOMINGO DE PSCOA - ano b

Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo.

BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO DOMINGO DE PSCOA - ano b

1ª leitura – Atos dos Apóstolos 10,34.37-43

No texto Pedro faz um discurso em que resume a trajetória feita por Jesus.

Pedro ressalta que Jesus, um homem real, passou pelo mundo fazendo o bem concreto às pessoas que estavam acometidas por algum mal. Jesus foi um agente transformador, que agindo na vida concreta das pessoas lhes restituía os corações transformando-os; desse modo, ele trasformava tamabém a maneira de as pessoas se relacionarem umas com as outras.

Esse homem real, que promoveu uma mudança social real a partir do coração de cada um, incomodou deveras os poderosos de seu tempo, por isso foi eliminado. Os mártires de hoje e os que nos dias de hoje lutam por justiça não raro têm um fim bem semelhante – como diz a canção: “Comungar é tornar-se um perigo, viemos pra incomodar...”

Mas Deus não abandonou Jesus nas garras da morte, porque todo bem que Ele fez, todo Seu amor pelos homens, sobretudo pelos destituídos de sua dignidade pelo próprio homem, que o fez ir até às últimas consequências no madeiro da Cruz, Deus transformou em mais vida ainda ao ressuscitá-lo.

Se a morte vier para qualquer homem ou mulher por terem gasto suas vidas pela justiça e pelo amor, Deus, que é amor, faz essa morte ser ainda mais vida.

E para os que ficam?

Permanece o legado de vida que assassinato nenhum pode apagar – porque o amor não se apaga – uma vez plantado nos corações é impossível impedi-lo de brotar e de transformar-se em testemunho. Pedro diz que Jesus mandou-nos testemunhá-lo e somos chamados a fazê-lo também até as últimas consequências.

 

2ª leitura – Colossenses 3,1-4

O autor da carta nesta parte do texto não está exortando a comunidade de Colossos a esquecer de sua condição terrena, pois isso seria uma espécie de exortação à esquizofrenia, mas os exorta a irem além do que veem, sentem, pensam e vivem... Nossa vida terrena começa e acaba, é evidente, mas Jesus morto e ressuscitado nos dá a certeza, pela fé, de que nossa vida não termina com a morte.

Portanto é necessário viver com os pés no chão e como os olhos no céu – nossa pátria definitiva.

Por isso é necessário viver concretamente no mundo em função da plenitude de nossa vida que “está escondida, com Cristo, em Deus.” – vers. 3.

Sim, é necessário celebrar a fé, mas para vivê-la no mundo ajudando os mais pobres e sofredores de toda sorte neste mundo em que o ser humano infelizmente vale menos do que os dividendos da especulação financeira; em que o lucro com a indústria bélica vale mais do que tantas e tantas vidas humanas exterminadas de uma só vez...

Contudo, somos chamados a fazer a diferença, a irmos além disto tudo desde já, porque, “quando Cristo, vossa vida, aparecer em seu triunfo, então vós aparecereis também com ele, revestidos de glória.” – vers. 4.

 

Evangelho – João 20,1-9

Jesus havia morrido. A razão da vida de seus seguidores havia fenecido na cruz, Jesus havia morrido como um bandido, inimigo do povo, como um herege... Morreu indefeso, sem responder ao mal que lhe infligiam – e ainda pediu ao Pai que perdoasse seus algozes todos.

Madalena, assim como os outros, estavam sem esperança, pois o amor da vida dos que os seguiam não estava mais com eles...

Mas a vida, quando irrompe, é impossível contê-la.

Madalena, imersa nas trevas de seu desânimo e tristeza, vai ao sepulcro. O que a impulsionou? Somente a dor da perda e da separação? Se o sepulcro abrigasse naquele momento somente um corpo morto, talvez apenas esta explicação bastaria. Mas o sepulcro estava vazio...

A vida é maior do que o ser humano consegue desvendar sobre ela! A vida nos impulsiona em diversas vezes sem que ao menos a notemos! Foi a vida de Jesus ressuscitado que, de alguma forma, já chacoalhava a desesperança e a imensa tristeza de todos...

Maria vai contar o que viu a Pedro. Ele e um discípulo que não se sabe o nome, chamado no Evnagelho joanino de o "discípulo que Jesus amava", vão correndo ao sepulcro. O discípulo sem nome corre na frente, chega antes ao sepulcro, e lá chegando vê e entende tudo. Por isso ele está sempre à frente de Pedro, porque corre com a força da fé, e vê com essa mesma força. Mas não entra, deixa que Pedro primeiramente entre, demonstrando certa premência a Pedro.

O discípulo que Jesus amava é um personagem teológico, há muito já desisti de querer demonstrar historicamente quem é, o Evangelho de João é extremamente simbólico, esse misterioso discípulo é um personagem com o qual o evangelista quer que todos nós nos identifiquemos – Jesus não ama mais um do que a outro – esse é o modelo de discípulo que devemos imitar, porque ele esperou contra toda esperança, creu contra toda descrença, não abandonou Jesus no momento da cruz como fizeram os outros, e se deitou sobre o ceio do mestre para encontrar o remanso e o abrigo que Jesus quer tanto nos dar.

Quais as pedras que ainda estamos por rolar dos sepulcros que ainda insistem em não se esvaziar em nossas vidas?

Quais os sinais de ressureição ainda não cremos e necessitamos crer?

Quais sinais de ressurreição nós mesmos insistimos em não dar para que nossos irmãos que não creem possam crer nesse Jesus verdadeiro que subverte o que for necessário, até mesmo os valores da própria religião, para manifestar a vida verdadeira?

Só há um modo possível de mostrarmos para nós mesmos que estamos trilhando realmente o caminho do crucificado-ressuscitado, só há uma maenira realmente capaz de fazer com que constatemos que estamos vivenciando a dinâmica da ressureição: o amor de coração que dispensamos aos mais pobres, sejam pobres material ou espiritualmente; foi a maneira com que Jesus anunciou o Evangelho da vida – proporcionando vida, e não somente falando dela.

Ajudar os pobres não é algo fora da evangelização – é evangelização (cf. Evangelii Nuntiandi nº 21-22)

As palavras sobre Jesus só não serão vazias se forem alicerçadas nas ações concretas de amor que efetivamente forem realizadas no mundo. É por isso que as pastorais sociais são tão importantes. Como falar contra a fome sem alimentar o faminto? Como falar contra a pobreza sem procurar combatê-la? Por menores que pareçam nossas ações, elas não são pequenas, pois os mais antigos já diziam que “o pouco com Deus é muito”.

  Autor:   Anibal Lobo


  Mais notcias da seo Homilia no caderno Teologia e Vida
14/04/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DA PSCOA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
07/04/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 2 DOMINGO DA PSCOA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
25/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO DOMINGO DE RAMOS - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
18/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 5 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
09/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 4 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
03/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
24/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 2 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
17/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 1 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
17/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 6 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
09/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 6 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
02/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 5 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
25/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 4 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
20/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
10/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 2 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
04/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DA SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
27/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DA CELEBRAO DA SAGRADA FAMLIA - ANO B
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
22/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DA FESTA DO NATAL DO SENHOR
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
20/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 4 DOMINGO DO ADVENTO
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
15/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DO ADVENTO
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
07/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 2 DOMINGO DO ADVENTO
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
29/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 1 DOMINGO DO ADVENTO
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
23/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 34 DOMINGO DO TEMPO COMUM
Domingo de Cristo Rei do Universo...
15/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 33 DOMINGO DO TEMPO COMUM
Comentrios aos textos bblicos da missa deste domingo....
05/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 32 DOMINGO DO TEMPO COMUM
Comentrios aos textos bblicos da missa deste domingo....
30/10/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DA CELEBRAO DE TODOS OS SANTOS
Comentrios s leituras bblicas da missa deste domingo, do blog Teologia e Vida, por Anibal Lobo....



Capa |  Cincia e Educao  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mdia  |  Justia  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MS DE MARO, MS DA MULHER  |  Poltica  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida
Busca em

  
108 Notcias