| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

PARA ALÉM DA GRANDE MÍDIA
Desde: 10/01/2017      Publicadas: 108      Atualização: 23/04/2018

Capa |  Ciência e Educação  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mídia  |  Justiça  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MÊS DE MARÇO, MÊS DA MULHER  |  Política  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida


 Teologia e Vida

  25/01/2018
  0 comentário(s)


BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 4º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b

Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo.

BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 4º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b

Primeira Leitura – Deuteronômio 18,15-20

Moisés era o mediador entre Deus e o povo, e diz na leitura que o povo não ficaria sem um mediador como ele, por isso ele afirma: “O Senhor teu Deus fará surgir para ti, da tua nação e do meio de teus irmãos, um profeta como eu: a ele deverás escutar. ” (vers. 15)

O profeta é aquele que fala em nome de Deus, que fala aquilo que vem de Deus. Nesse sentido todos devemos ser profetas, todos devemos procurar compreender as coisas de Deus para transmiti-las aos irmãos e irmãs, mas primeiramente devemos viver o que transmitimos para que nossas palavras tenham autoridade, como veremos a frente no Evangelho.

Há porém um aviso extremamente sério: “o profeta que tiver a ousadia de dizer em meu nome alguma coisa que não lhe mandei ou se falar em nome de outros deuses, esse profeta deverá morrer’” (vers. 20).

O profeta que mentir ao povo dizendo que palavras dele ou outras palavras são Palavras de Deus estará disseminando a morte, não a vida em abundância, como faz a real Palavra de Deus.

Vemos hoje pessoas e mais pessoas disseminando determinadas palavras que não vem de Deus, mas da ganância, do ódio e do fundamentalismo religioso.

Como não mencionar o falsos profetas que transformam Deus naquilo que Ele não é, um necessitado de nosso dinheiro para que possamos comprar dele saúde física e prosperidade financeira? Como também não falar das pessoas que em nome de Jesus praticam intolerância religiosa destruindo templos de outras religiões e destruindo imagens?

Usam a sagrada escritura até para impedir que vidas sejam salvas através de transfusões de sangue!

Pedem a bênção de Deus para invadir um país para realizar verdadeira carnificina por simples interesses econômicos, como foi o caso do ataque dos EUA ao Iraque.

Isso tudo são palavras e ações de falsos profetas.

 

Segunda Leitura - 1Cor 7,32-35

Pode parecer que Paulo esteja depreciando o casamento, pois esta leitura é uma exaltação ao celibato. Mas não se trata disso.

Primeiramente é necessário ter em mente que Paulo imaginava que Jesus viria logo pela segunda vez para estabelecer de uma vez por todas e de modo pleno o Reino de Deus. Sua reflexão teológica é, portanto, sempre feita levando esta perspectiva em consideração.

Ele também quer romper com o pensamento do povo de Israel e dos povos antigos em geral, de que a pessoa que não casou e não teve filhos é alguém amaldiçoado porque foi incapaz de casar para gerar descendência, bem como ressaltar a importância do celibato como uma forma de a pessoa dedicar sua vida inteiramente a Deus (o que nem de longe o matrimônio impede – muito pelo contrário: exige).

Paulo também quer continuar a ressaltar que o casamento, embora seja uma realidade de extrema importância, é algo que corresponde à realidade terrena, transitória, e que, por isto, na vida eterna em Deus não haverá mais, como vimos na segunda leitura do domingo passado.

 

Todavia faço aqui algumas considerações...

 

Nem o matrimônio nem o celibato são realidades que em si determinam o caráter de uma pessoa nem a radicalidade do seguimento ao Senhor. Se assim fossem não existiriam pessoas casadas e celibatárias canalhas, como bem sabemos que há.

Celibato e casamento não são atos de magia. O que é determinante é como se vive concretamente o matrimônio ou o celibato, ou como se segue o Senhor dentro do matrimônio ou do celibato – tanto um quanto o outro estado de vida, para ser verdadeiramente cristão, deve ser vivido na abertura, no acolhimento, e no amor aos irmãos e irmãs que Deus coloca em nossa vida, principalmente os mais pobres, vulneráveis e excluídos.

 

 

Evangelho – Mc 1,21-28

Jesus vai falar na sigoga e não se restringe a repetir o que os rabinos falavam – Jesus vai além e prega ensinamentos novos com autoridade (vers. 27), pois somente alguém com autoridade suficiente é capaz de ensinar algo diferente daquilo que os rabinos diziam - qualquer judeu adulto poderia pregar no culto sinagogal, mas se limitavam a repetir o que os rabinos diziam, não teriam a audácia de ir além disto. 

Na sinagoga há um homem possuído pelo mal, ou um endemoniado, e isso deixa bem claro que aquela estrutura religiosa não estava mais produzindo libertação, nem cura, mas estava adoentando, escravizando, excluindo e oprimindo as pessoas.

O homem possuído estava lá, mas ninguém fazia nada, porque toda doença antigamente era considera como que uma possessão demoníaca, todos estavam com medo de ficarem impuros e por isso eram indiferentes ao homem endemoniado. Mas Jesus não o tratou com indiferença ou nojo, mas expulsou o mal do homem possuído e o libertou.

Aqui está outro aspecto da autoridade das palavras de Jesus, pois elas realizam o que significam. Por isso nós devemos agir conforme falamos para que falemos com autoridade: não devemos só falar de ajuda aos pobres, mas devemos ajudar efetivamente os mais pobres, nossa comunidade deve ser assim, nossa família, a Igreja como um todo.

As sinagogas se assemelham, por exemplo, ao nosso poder judiciário, que tristemente dá mostras claras de que serve não à justiça, mas às elites de nosso país, pois dependendo das intenções políticas ou do réu julgam de uma determinada forma, mesmo sob a mais objetiva das leis; é um poder elitista, classista, sexista, e que não raro coloca interesses diversos acima da lei que teriam que defender a todo custo.

Do mesmo modo os outros dois poderes, eleitos pelo povo, mas que hoje fazem política anti-povo em prol de seus próprios interesses e do grande capital nacional e internacional em detrimento do povo mais pobre que mais precisa das ações públicas do Estado. O Estado hoje é cada vez mais mínimo para o povo e cada vez maior para a minoria plutocrata de nossa nação.

A igreja assume às vezes de Jesus nesse ambiente nacional semelhante ao encontrado por Jesus na sinagoga, um ambiente produtor de injustiça, exclusão, pobreza e miséria, para ser um com todos esses excluídos e oprimidos por esse sistema diabólico que vem sendo implantado em nosso país a passos largos. 

  Autor:   Anibal Lobão


  Mais notícias da seção Homilia no caderno Teologia e Vida
14/04/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 3º DOMINGO DA PÁSCOA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
07/04/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 2º DOMINGO DA PÁSCOA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
31/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO DOMINGO DE PÁSCOA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
25/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO DOMINGO DE RAMOS - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
18/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 5º DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
09/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 4º DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
03/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 3º DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
24/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 2º DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
17/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 1º DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
17/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 6º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
09/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 6º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
02/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 5º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
20/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 3º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
10/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 2º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
04/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DA SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
27/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DA CELEBRAÇÃO DA SAGRADA FAMÍLIA - ANO B
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
22/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DA FESTA DO NATAL DO SENHOR
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
20/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 4º DOMINGO DO ADVENTO
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
15/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 3º DOMINGO DO ADVENTO
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
07/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 2º DOMINGO DO ADVENTO
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
29/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 1º DOMINGO DO ADVENTO
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
23/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 34º DOMINGO DO TEMPO COMUM
Domingo de Cristo Rei do Universo...
15/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 33º DOMINGO DO TEMPO COMUM
Comentários aos textos bíblicos da missa deste domingo....
05/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 32º DOMINGO DO TEMPO COMUM
Comentários aos textos bíblicos da missa deste domingo....
30/10/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DA CELEBRAÇÃO DE TODOS OS SANTOS
Comentários às leituras bíblicas da missa deste domingo, do blog Teologia e Vida, por Anibal Lobão....



Capa |  Ciência e Educação  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mídia  |  Justiça  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MÊS DE MARÇO, MÊS DA MULHER  |  Política  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida
Busca em

  
108 Notícias