| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

PARA ALÉM DA GRANDE MÍDIA
Desde: 10/01/2017      Publicadas: 108      Atualizao: 23/04/2018

Capa |  Cincia e Educao  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mdia  |  Justia  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MS DE MARO, MS DA MULHER  |  Poltica  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida


 Teologia e Vida

  20/01/2018
  0 comentrio(s)


BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b

Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo.

BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b

Primeira Leitura - Jn 3,1-5.10

A 1ª leitura deste domingo é extraída do livro de Jonas, escrito aproximadamente quatrocentos e cinquenta anos antes de Cristo, época de reconstrução nacional após o exilio da Babilônia.

Na verdade Jonas não é um personagem histórico, mas criado com o fim de combater o ódio dos Israelitas aos pagãos.

No ano 721 a.C. o reino do Norte foi invadido e conquistado pelo império assírio, cuja capital é Nínive, cidade para onde, no texto, Jonas é enviado com a missão de anunciar ao seu povo: “Ainda quarenta dias, e Nínive será destruída” (vers, 4).

Diz o texto, porém, que, devido a pregação de Jonas “Os ninivitas acreditaram em Deus; aceitaram fazer jejum, e vestiram sacos, desde o superior ao inferior” (vers. 5), e que por isso, “Vendo Deus as suas obras de conversão e que os ninivitas se afastavam do mau caminho, compadeceu-se e suspendeu o mal que tinha ameaçado fazer-lhes, e não o fez” (vers. 10)

Jonas representava, na época em que o texto foi escrito, o povo de Israel que não deixou de nutrir ódio aos estrangeiros, principalmente aos descendentes daquelas nações como Assíria e Babilônia que arrasaram no passado com Israel. Ódio nutrido é ódio perpetuado. Ódio alimentado transforma-se mais à frente em violências cada vez maiores e afinal em sangue derramado.

No final do livro Jonas fica triste porque os ninivitas se converteram, pois ele queria que o povo não se converte-se para ser destruído conforme Deus lhe mandou falar. A misericórdia de Deus para com o Estrangeiro causa tristeza em Jonas e nas pessoas que este personagem quis representar. Deus não quer destruir ninguém, pois é o próprio homem que causa mal a si mesmo; as palavras agressivas do texto diz respeito a limitação teológica e cultural da época.

Que nutrimos ódio de morte pelas pessoas manifestamente más, disto não há dúvidas – mas isso é sentimento nosso, não vem do Evangelho, este afirma que sol e chuva Deus faz nascer e cair sobre os maus e bons, justos e injustos. Deus quer que o malvado se converta, pois pagar mal com o mal torna a sociedade cada vez mais violenta.

Mais ainda, muitos de nós nutre ódio por gente que ao menos conhecemos, como pessoas que vem de terras estrangeiras fugindo de guerras e miséria para tentar uma vida melhor entre nós. É claro que todos devem passar por uma triagem, até porque é necessário saber como melhor ajudá-las, e não de antemão chamar todos de escória, como disse um deputado que alicerça sua carreira política disseminando ódio gratuito por quem ele ao menos conhece, incitando, assim, seus seguidores a fazerem o mesmo.

 

Segunda Leitura - 1Cor 7,29-31

 

29Eu digo, irmãos: o tempo está abreviado. Então que, doravante, os que têm mulher vivam como se não tivessem mulher; 30e os que choram, como se não chorassem, e os que estão alegres, como se não estivessem alegres; e os que fazem compras, como se não possuíssem coisa alguma; 31e os que usam do mundo, como se dele não estivessem gozando. Pois a figura deste mundo passa.”

 

Estes poucos versos compõem a segunda leitura deste domingo.

 

Para o apóstolo Paulo Jesus viria logo pela segunda vez, por isso o chamado aos cristãos a priorizarem imediatamente e de modo extremamente radical o que é verdadeiramente eterno.

Tudo que é transitório deve ser tratado como transitório, nada que é passageiro deve ser absolutizado ou tratado como eterno. Isso não quer dizer que as relações humanas, por mais que terminem, não mereçam todo nosso apreço, mas é necessário também saber valorizar o que há de mais importante em uma relação humana, isto é, o ser humano mesmo, seus sentimentos, suas necessidades. Filhos, cônjuges, qualquer ente querido não são eternos, quando partirem, o amor cultivado permanece, mas a vida continua.

 

Hoje o dinheiro e o poder, o ter desenfreadamente é tido como essencial, mas as pessoas devem ser amadas, e não as coisas. Há religiosidades que transformam Deus em uma peça da engrenagem do imediatismo, do individualismo, do consumismo desenfreado, onde Deus só é legitimado se as necessidades materiais imediatas forem satisfeitas. Não entenderam nada do Evangelho e do Deus que este apresenta em Jesus de Nazaré.

 

 

Evangelho – Mc 1,14-20

 

14Depois que João Batista foi preso, Jesus foi para a Galileia, pregando o Evangelho de Deus e dizendo: 15“O tempo já se completou e o Reino de Deus está próximo. Convertei-vos e crede no Evangelho!”

 

João Batista veio preparar os corações para receberem Jesus. Ele próprio apontou Jesus para seus discípulos e esses o seguiram. O anunciador deu lugar para aquele que ele anunciava. “Completou-se o tempo”, terminou o tempo das promessas que vigoraram até João Batista – em Jesus o tempo se cumpre de uma vez por todas.

 

O tempo agora é do Reino de Deus. Já que os reis de Israel falharam, agora Deus é quem reinaria de uma vez por todas, conforme as Escrituras Sagradas no Antigo testamento anunciaram com profusão. Em Jesus esse Reino está tão próximo que agora fica ao alcance de qualquer pessoa, bastando “converter-se e crer no Evangelho” – o que são dados existenciais, não só intelectuais ou sentimentais, mas adesão concreta, postura de vida baseada na misericórdia, na caridade, no amor ao próximo – sendo esse próximo Deus, os irmãos/irmãs e a criação toda.

 

O texto continua trazendo a vocação de Pedro, André, Simão e Tiago.

 

Eram pescadores e quando Jesus os chama estão trabalhando em seus barcos. Não são chamados na sinagoga ou no templo, mas no cotidiano de suas vidas – somos chamados a seguir Jesus a todo instante, é no dia a dia que nosso seguimento é legitimado ou não, conforme as ações concretas de bondade, misericórdia e caridade que praticamos para com nossos irmãos e irmãs, principalmente os mais despossuídos e descartados de nossa sociedade.

 

Jesus os chama para serem pescadores de homens. O mar, lugar de onde muitos tiravam o seu sustento, como esses 4 apóstolos que Jesus chama para segui-lo, era lugar que causava muito medo nas pessoas, pois uma vez que ele se agitava dificilmente uma embarcação não naufragaria e os náufragos não morreriam. Pensavam que havia um demônio que morava no fundo do mar, que aquando ficava bravo agitava muito o mar. Assim, quando Jesus os chama para serem pescadores de homens está dizendo que os enviará para o mar revolto da vida, onde serão rejeitados, odiados e até mortos, como ele próprio o foi, para trazerem pessoas para o Reino de Deus.

 

Hoje defender uma sociedade mais igualitária e menos injusta para com os trabalhadores, defender programas sociais para os mais despossuídos que o próprio sistema do país cria faz pessoas, no mínimo, não quererem conversa conosco.

 

Defender a presunção de inocência para todos sem exceção, defender uma punição aos criminosos que ressocialize em vez de um sistema que perpetua e aumenta o crime, defender uma justiça menos elitista, classista, racista, sexista e tudo mais..., defender o direito de quem quer usar um pedaço de terra ociosa para plantar, escandalizar-se com crianças em época escolar nos sinais de trânsito tentando ganhar uns trocados em vez de esrtarem estudando ou brincando com seus amigos, escandalizar-se com tantos assassinatos por ano de pessoas homossexuais que são cruelmente assassinadas por serem homossexuais, defender o direito a morar de pessoas para as quais morar lhes é um direito negado, enfim combater tudo o que for contrário ao Reino de Deus e defender tudo que ajude a fazê-lo presente, mesmo que em germe, pois plenamente somente a viveremos na vida eterna em Deus, faz os sistema vigente, ou o status quo odiar os defensores de tais bandeiras – e o que é pior: esse ódio em muitas vezes parte de pessoas como nós, que não fazem parte da elite deste sistema mas que, no entanto, o defende com unhas e dentes.

 

Pois é irmãos e irmãs, é para esse mar bravio que Jesus nos envia para pescar homens, pois como Ele mesmo nos diz: “Assim como o Pai me enviou, Eu também vos envio.” – Jo 20,21.

  Autor:   Anibal Lobo


  Mais notcias da seo Homilia no caderno Teologia e Vida
14/04/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DA PSCOA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
07/04/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 2 DOMINGO DA PSCOA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
31/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO DOMINGO DE PSCOA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
25/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO DOMINGO DE RAMOS - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
18/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 5 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
09/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 4 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
03/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
24/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 2 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
17/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 1 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
17/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 6 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
09/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 6 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
02/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 5 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
25/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 4 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
10/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 2 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
04/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DA SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
27/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DA CELEBRAO DA SAGRADA FAMLIA - ANO B
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
22/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DA FESTA DO NATAL DO SENHOR
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
20/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 4 DOMINGO DO ADVENTO
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
15/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DO ADVENTO
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
07/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 2 DOMINGO DO ADVENTO
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
29/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 1 DOMINGO DO ADVENTO
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
23/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 34 DOMINGO DO TEMPO COMUM
Domingo de Cristo Rei do Universo...
15/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 33 DOMINGO DO TEMPO COMUM
Comentrios aos textos bblicos da missa deste domingo....
05/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 32 DOMINGO DO TEMPO COMUM
Comentrios aos textos bblicos da missa deste domingo....
30/10/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DA CELEBRAO DE TODOS OS SANTOS
Comentrios s leituras bblicas da missa deste domingo, do blog Teologia e Vida, por Anibal Lobo....



Capa |  Cincia e Educao  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mdia  |  Justia  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MS DE MARO, MS DA MULHER  |  Poltica  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida
Busca em

  
108 Notcias