| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

PARA ALÉM DA GRANDE MÍDIA
Desde: 10/01/2017      Publicadas: 108      Atualizao: 23/04/2018

Capa |  Cincia e Educao  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mdia  |  Justia  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MS DE MARO, MS DA MULHER  |  Poltica  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida


 Teologia e Vida

  14/04/2018
  0 comentrio(s)


BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DA PSCOA - ano b

Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo.

BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DA PSCOA - ano b

1ª Leitura – Ato dos Apóstolos 3, 13-1517.19

A cura de um homem coxo que Pedro realizou à porta do templo, reuniu em torno dele uma multidão que ficou assombrada com seu gesto. Pedro então se pôs a discursar para que todos entendessem que era Jesus, através dele, que havia realizado aquele bem ao homem coxo.

Vejam que primeiramente Pedro faz o bem, que é, nas palavras de Paulo VI no nº 21-22 da Exortação Apóstólica Evanegelii Nutiandi, a primeira fase da evangelização, e não algo anterior à evangelização, como muitos pensam. Fazer o bem, alimentar o faminto de comida, de calor humano, de carinho, de atenção, tudo isso já é evangelização.

A bondade de Jesus aguçava a curiosidade das pessoas – o que então criava a oportunidade para Ele pregar o Evangelho alicerçado no bem que ele havia feito antes – assim suas palavras não eram vazias, e era por isto que as pessoas afirmavam com admiração que Jesus falava com autoridade.

Pedro e os outros discípulos deram continuidade a esta prática de Jesus.

Que nossas palavras não sejam vazias – que os pobres de toda sorte sejam alvos, primeiramente, da nossas ações concretas de bondade, para que, ao falar da bondade de Jesus morto e ressuscitado, nossas palavras tenham a autoridade do amor de Jesus.

 

2ª Leitura – 1ª Carta de João 5,1-6

“Quem diz: ‘Eu conheço a Deus’, mas não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e a verdade não está nele. Naquele, porém, que guarda a sua palavra, o amor de Deus é plenamente realizado.” – vars. 4-5.

O autor da primeira carta de João está falando para os adeptos de uma corrente que falsificava o que realmente foi a missão e quem foi Jesus – segundo estes, Jesus havia abandonado seu próprio corpo durante sua crucificação, pois não aceitavam conceber um Deus execrado publicamente, morrendo indefeso e como um inimigo do povo em uma cruz.

Guardar o mandamento de Deus, porém, significa aceitar o Jesus como ele é, e não como eu quero que ele seja.

Jesus não é acessado por uma teoria racional que eu possa criar, mas através de um encontro pessoal com Ele que, se ocorreu verdadeiramente em minha vida, irá me levar ao encontro do outro necessitado, vulnerável e combalido. Rejeitar a cruz de Jesus é rejeitar o próprio Jesus, porque é rejeitar o outro mais pobre, onde o próprio Jesus diz estar e, por consequência, é rejeitar também o ressuscitado, uma vez que não há mais de um Jesus: o Ressuscitado é o Crucificado e o Crucificado é o Ressuscitado.  

 

Evangelho – João 20,19-31

Os discípulos que haviam desistido da comunidade dos seguidores de Jesus, ao irem para Emaús, enquanto caminhavam, fizeram a experiência do Ressuscitado, embora não tivessem percebido logo de início que quem andava e falava com eles pelo caminho era o próprio Jesus (cf. Lucas 24,13-29).

Todavia, ao perceberem que o viajante que estava com eles era Jesus, assim que este se pôs a partir o pão, os dois discípulos desistiram de partir e voltaram para a comunidade dos discípulos de Jesus para anunciar a eles tudo que viram e ouviram – e é aqui que começa o texto do Evangelho de hoje (cf. Lucas 24,30-34).

Não há como ter um encontro verdadeiro com Jesus e não fazer parte da comunidade de seus seguidores e não anuncia-lo às pessoas – Jesus nos alegra de tal forma que essa elegeria nos leva a compartilhá-la. Jesus é abertura aos outros – não fechamento.

Outra realidade primordial, é que Jesus é reconhecido ao partilhar o pão; é na partilha de si mesmo e do que se tem que Jesus é reconhecido em nós.

O ápice da celebração eucarística é a partilha, tanto da Palavra quanto do Pão partilhados; o próprio sacrifíco eucarístico é Jesus se dando, partilhando o dom de si mesmo para nossa salvação.

No texto Jesus aparece ressuscitado agora para todos os discípulos (a comunidade reunida é sempre  lugar privilegiado da presejna de Jesus) – e alguns ficaram assombrados... E que isso quer dizer? Significa que crer e seguir Jesus é um processo, que não se inicia em um dia e pronto, muito pelo contrário – é um caminho que não termina, não aqui neste mundo. Neste processo há quedas e reerguimentos, há muita fé, mas esta mesma fé vez e outra vacila, e assim por diante – o mais importante, porém, é seguir em frente, na certeza de que Jesus através de nossos irmãos e irmãos nos acompanha sempre ao longo desta jornada.

“No seu nome serão anunciados a conversão e o perdão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém’. Vós sereis testemunhas de tudo isso” – vers. 47-48.

Somos falhos, seremos sempre falhos, mas Deus nos perdoa, e devemos anunciar esse Deus da misericórdia e do perdão sempre como nos pede Jesus.

E por que Deus nos perdoa?

Porque Deus não quer nos perder – aliás ele não quer perder nenhuma de suas ovelhas -  por isso ele vai até aquela que se desgarrou deixando as 99 em segurança (cf. Lucas 15,1-7); e dá a vida por cada uma e por suas ovelhas todas, com o fez na cruz (cf. João 10).

É esse Jesus que devemos testemunhar – não outro.

Esse Jesus que opta primordialmente pelos últimos, que “mesmo sendo rico, se fez pobre, para nos enriquecer com a sua pobreza” – 2Cor 8,9.

É procurando fazer o mesmo que devemos seguir Jesus no mundo. 

  Autor:   Anibal Lobo


  Mais notcias da seo Homilia no caderno Teologia e Vida
07/04/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 2 DOMINGO DA PSCOA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
31/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO DOMINGO DE PSCOA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
25/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO DOMINGO DE RAMOS - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
18/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 5 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
09/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 4 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
03/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
24/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 2 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
17/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 1 DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
17/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 6 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
09/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 6 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
02/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 5 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
25/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 4 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
20/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
10/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 2 DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
04/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DA SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
27/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DA CELEBRAO DA SAGRADA FAMLIA - ANO B
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
22/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DA FESTA DO NATAL DO SENHOR
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
20/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 4 DOMINGO DO ADVENTO
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
15/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 3 DOMINGO DO ADVENTO
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
07/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 2 DOMINGO DO ADVENTO
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
29/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 1 DOMINGO DO ADVENTO
Comentrio aos textos bblicos da missa de domingo....
23/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 34 DOMINGO DO TEMPO COMUM
Domingo de Cristo Rei do Universo...
15/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 33 DOMINGO DO TEMPO COMUM
Comentrios aos textos bblicos da missa deste domingo....
05/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DO 32 DOMINGO DO TEMPO COMUM
Comentrios aos textos bblicos da missa deste domingo....
30/10/2017 - Homilia - BREVE REFLEXO SOBRE AS LEITURAS DA CELEBRAO DE TODOS OS SANTOS
Comentrios s leituras bblicas da missa deste domingo, do blog Teologia e Vida, por Anibal Lobo....



Capa |  Cincia e Educao  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mdia  |  Justia  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MS DE MARO, MS DA MULHER  |  Poltica  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida
Busca em

  
108 Notcias