| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

PARA ALÉM DA GRANDE MÍDIA
Desde: 10/01/2017      Publicadas: 108      Atualização: 23/04/2018

Capa |  Ciência e Educação  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mídia  |  Justiça  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MÊS DE MARÇO, MÊS DA MULHER  |  Política  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida


 Teologia e Vida

  10/01/2018
  0 comentário(s)


BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 2º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b

Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo.

BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 2º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b

1ª Leitura – 1 Sam 3, 3b-10.19

Os juízes de Israel foram pessoas que, em tempos de crise, eram suscitadas e capacitadas por Deus para julgar e liderar o povo.

O sacerdote Eli e seu discípulo Samuel, que figuram na primeira leitura de hoje, foram os últimos juízes de Israel. Quando Israel tornou-se uma monarquia, tanto Saul como Davi foram ungidos reis por Samuel; este, segundo a Sagrada escritura, além de ter sido o último juiz, foi também o primeiro profeta de Israel, embora os dois livros de Samuel figurem entre os livros históricos. Já a tradição de Israel situa Samuel entre os profetas não literários, isto é, que não escreveram suas mensagens em livros, ao contrário dos profetas chamados literários, que tem livros ou parte de livros atribuídos a eles próprios.

No texto, que trata da vocação do jovem Samuel, este é chamado quatro vezes por Deus, mas nas três primeiras pensa que é Eli que o chamava. Na quarta vez, instruído por Eli, que entende que é Deus que queria ter com seu discípulo, Samuel responde: “Falai, Senhor, que o vosso servo escuta” (vers. 9.10). O texto termina afirmando que a partir dali “Samuel foi crescendo; o Senhor estava com ele e nenhuma das suas palavras deixou de cumprir-se.” (vers. 19).

Samuel estava em silêncio, e por isso pôde escutar Deus que lhe falava – é preciso silenciar pra ouvir coisas que a vida fala e que não ouvimos porque ou não fazemos silêncio ou porque não nos colocamos jamais em situações de silêncio. Quem só fala só escuta a si mesmo. E nunca ouvir os outros é uma postura por demais empobrecedora.

Outro ponto muito importante na leitura: ninguém abraça a fé sozinho, de um modo ou de outro é alguém que nos apresenta a fé que abraçamos: pais, catequistas, homilias, etc. Dependemos um do outro para tudo, e reconhecer isto pode ser um verdadeiro antídoto contra a mentirosa autossuficiência que muitos ainda cultivam em seus corações. Como diz Paulo: “A fé vem da pregação” (Romanos 10,17); ou ainda a resposta do eunuco a Felipe, que perguntou se ele entendia o que estava lendo: “Como o poderia, disse o eunuco, se ninguém me explica?” (Atos 8,31).

Tudo que temos não é somente para nós, mas é também para ser partilhado com quem não tem. Por isso a fé cristã não é alago que deva se manter secreta, escondida ou acumulada, muito ao contrário, deve ser proclamada no telhado, partilhada, dada gratuitamente para quem ainda não a conhece como a conhecemos. Nossa postura deve ser como a de Eli: apontar para aquele que é o centro de nossa fé, e não para nós mesmos. Assim partilhamos o que temos e somos. Assim somos verdadeiramente cristãos.

 

2ª Leitura – 1Cor 6,13c-15a.17-20

Quando Paulo afirma aos coríntios que o corpo não pode ser usado promiscuamente, que o mesmo é templo do Espírito Santo, ele está argumentando contra a prostituição sagrada, pois em Corinto havia um templo dedicado a Afrodite onde trabalhavam continuamente 1.000 prostitutas sagradas; os fiéis tinham a convicção de que ao ter relações com elas estariam em contato com a própria divindade e assim receberiam delas energia divina. Como havia cristãos que também praticavam esse culto, Paulo então os instrui com esse texto.

Certamente é necessário saber até onde estamos dando prazer e recebendo prazer sem que estejamos nos transformando ou transformando o outro em simples objeto, em simples coisa que apensas satisfaz um desejo e pronto; ou até que ponto não estamos nos deixando violentar ou violentando o outro; a sexualidade humana é relação, é dar-se para o outro de modo humano – não é cio. É morar no outro e deixar que o outro more em nós. Somos templos do Espírito, e por isto somos feitos para amar. O que nem de longe elimina a necessidade humana do prazer sexual, muito ao contrário, o prazer torna tudo ainda mais belo e por isso mais humano.

  

Evangelho – Jo 1,35-42

Assim como Eli na primeira leitura, agora João Batista é quem vai indicar aos seus próprios discípulos quem é a partir dali o verdadeiro mestre, o “Cordeiro de Deus” (vers. 36), o novo Rabi (mestre) que seus discípulos devem passa a seguir.

João Batista não veio para anunciar a si próprio, ele não era a luz, mas era canal de difusão desta luz. Quando enfim reconhece o Cristo vai saindo de cena para que agora seus discípulos possam fazer a experiência de Jesus.

André, por sua vez, leva Simão Pedro até Jesus; e Felipe mais à frente levará Natanael a Jesus. É a mesma dinâmica vivida por Samuel: é necessário que a fé seja anunciada por alguém para que haja adesão a essa fé – dependemos uns dos outros em tudo, com a fé não seria diferente.

E assim como João nossa missão ao evangelizar é enfatizar Jesus para sermos somente o canal que o anuncia, pois, como dirá mais à frente o próprio Batista: “É necessário que ele cresça e eu diminua” – Jo 3,30.

Como se anuncia Jesus ao mundo? Certamente não é com intolerância, ódio, violência ou indiferença. Anuncia-se Jesus assumindo a postura no mundo de misericórdia, de justiça, de ajuda aos mais débeis e fracos, aos mais pobres.

Como anunciar o Cristo invadindo um terreiro e o destruindo em nome de Jesus? Quebrando imagens? Destruindo presépios? Isso não é testemunho, isto é contratestemunho!

Isso me faz lembrar uma pastora evangélica que fez a seguinte afirmação, como forma de mostrar a face verdadeira de Jesus para aqueles que o conheceram deturpado, como Ele na verdade jamais foi.

 

“Se destroem terreiros em nome de Jesus, em nome de Jesus nós o reconstruiremos!”

 

Uma forma louvável de tentar refazer a imagem de Jesus que com o ódio e a intolerância de alguns cristãos foi maculada na cabeça e no coração dos irmãos que tiveram sua casa destruída em nome logo dele, de Jesus, o Cordeiro de Deus, que passou pelo mundo amando, ajudando concretamente as pessoas, nunca destruindo, porque “o ladrão vem para roubar, matar, e destruir; Eu vim para que as ovelhas tenha vida, e a tenham em abundância” – Jo 10,10.

Quer anunciar Jesus aos irmãos? Antes de qualquer palavra, antes de qualquer ação, em vez de odiar e julgar de antemão, ame de antemão, pois “a boca fala do que o coração está cheio” – Mt 12,34, e o ódio praticado começa no ódio cultivado no coração.

  Autor:   Anibal Lobão


  Mais notícias da seção Homilia no caderno Teologia e Vida
14/04/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 3º DOMINGO DA PÁSCOA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
07/04/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 2º DOMINGO DA PÁSCOA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
31/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO DOMINGO DE PÁSCOA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
25/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO DOMINGO DE RAMOS - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
18/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 5º DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
09/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 4º DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
03/03/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 3º DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
24/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 2º DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
17/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 1º DOMINGO DA QUARESMA - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
17/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 6º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
09/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 6º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
02/02/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 5º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
25/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 4º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
20/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 3º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ano b
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
04/01/2018 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DA SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
27/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DA CELEBRAÇÃO DA SAGRADA FAMÍLIA - ANO B
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
22/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DA FESTA DO NATAL DO SENHOR
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
20/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 4º DOMINGO DO ADVENTO
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
15/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 3º DOMINGO DO ADVENTO
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
07/12/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 2º DOMINGO DO ADVENTO
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
29/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 1º DOMINGO DO ADVENTO
Comentário aos textos bíblicos da missa de domingo....
23/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 34º DOMINGO DO TEMPO COMUM
Domingo de Cristo Rei do Universo...
15/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 33º DOMINGO DO TEMPO COMUM
Comentários aos textos bíblicos da missa deste domingo....
05/11/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DO 32º DOMINGO DO TEMPO COMUM
Comentários aos textos bíblicos da missa deste domingo....
30/10/2017 - Homilia - BREVE REFLEXÃO SOBRE AS LEITURAS DA CELEBRAÇÃO DE TODOS OS SANTOS
Comentários às leituras bíblicas da missa deste domingo, do blog Teologia e Vida, por Anibal Lobão....



Capa |  Ciência e Educação  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mídia  |  Justiça  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MÊS DE MARÇO, MÊS DA MULHER  |  Política  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida
Busca em

  
108 Notícias