| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

PARA ALÉM DA GRANDE MÍDIA
Desde: 10/01/2017      Publicadas: 108      Atualização: 23/04/2018

Capa |  Ciência e Educação  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mídia  |  Justiça  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MÊS DE MARÇO, MÊS DA MULHER  |  Política  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida


 Sociedade

  08/03/2018
  0 comentário(s)


DIA INTERNACIONAL DA CAUSA FEMININA

"Querer ser livre é também querer livres os outros"
"Todas as vitórias ocultam uma abdicação" - Simone de Beauvoir

DIA INTERNACIONAL DA CAUSA FEMININA

Eu só me dei conta agora que hoje era o dia internacional da mulher e, então, estou me apressando a escrever algo rápido neste sentido.  Como sempre não dei parabéns a nenhuma mulher por ser mulher.   Não existe mérito em ser mulher, exceto talvez, se você tiver feito mudança de sexo, mas isto é outra história...  Quando se comemora um dia da mulher, implicitamente, está se compensando o fato de ela está sendo oprimida nos demais 364 dias.  É como se dissesse: “dou rosas hoje, porque nos demais dias, eu lhe ofereço espinhos; dou bombons hoje, porque eu torno sua vida amarga nos demais dias; não pense em ganhar o mesmo que seus colegas homens e continue no seu papel de subalterno”.

 Não creio que se deva comemorar a mulher em si, embora ninguém possa dizer que nosso primeiro amor não seja uma mulher. Afinal, saímos dela.

 As mulheres conseguiram uma condição melhor aos poucos. Mulheres, na antiguidade, podiam ser vendidas pelos maridos como escravas (embora não duvido que ainda seja feito isto hoje em dia em determinados lugares da Terra). Na Rússia, na época de Ivan o Terrível, um monge publicou um livro em que dava dicas de como açoitar uma mulher sem deixar marcas.  Os casamentos arranjados geralmente afetavam mais fortemente às mulheres que, em muitos casos, eram vendidas e ainda hoje estes casamentos acontecem em lugares como na Índia. Só recentemente, a Arábia Saudita permitiu que as mulheres dirigissem, mesmo assim acompanhada por um homem.  Ainda hoje, as mulheres podem ser tratadas como coisas e, muitas vezes, como bijuteria como foi a primeiradamismo que se fez no caso da Marcela Temer.

 

Um fato curioso, pouca gente sabe, mas a primeira liberação das mulheres não surgiu com a pílula, mas com a bicicleta. O transporte com pedais dava mais autonomia às mulheres que podiam caminhar longas distâncias sozinhas.  E para andar de bicicleta foram inventadas as calças femininas.

  

Fonte: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2012/11/121113_bicicleta_sexo_genetica_jp

Fonte: http://vadebike.org/2013/03/bicicleta-emancipacao-feminina/

 

Apesar destes avanços, o máximo papel que a mulher poderia assumir era de coadjuvante dos homens e as mulheres se contentavam com isto, a ponto de existir um ditado horrível: “Por trás de um grande homem, existe uma grande mulher”. Quantas mulheres cientistas devem ter ficado a sombra de seus maridos cientistas famosos? Quem sabe qual foi à participação delas? Mileva, mulher do renomado físico, Albert Einstein, foi fundamental nos cálculos matemáticos para sua Teoria da Relatividade. Ninguém nunca saberá quais foram suas sacadas brilhantes, se tiver havido.  Na primeira publicação da Teoria da Relatividade em 1905, Mileva aparecia como co-autora.

 

Fonte: https://super.abril.com.br/cultura/mileva-maric/

 

Ela abandonou a própria carreira para cuidar dos filhos. Mileva queria conhecer os grandes cientistas da época e tudo lhe foi negado. Para conseguir o divórcio, o cientista alemão lhe deu o dinheiro obtido com o prêmio Nobel, ela morreu desconhecida no meio acadêmico.  

 

Outro caso conhecido foi de Clara Immerwahr, mulher do famoso químico Fritz Haber. Ela contribuiu certamente para os avanços das pesquisas do marido, mas nunca teve reconhecimento.  Fritz teria inventado armas químicas para atacar as linhas inimigas aos alemães na Primeira Guerra Mundial, quando voltou comemorando o sucesso, Clara se matou. Tirem vocês as próprias conclusões.

 Fonte: http://www.chemistryviews.org/details/ezine/7815041/100th_Anniversary_Clara_Immerwahrs_Death.html

 

Marie Curie teve a sorte de ter um marido, Pierre, que não só reconheceu seu mérito como exigiu que ela recebesse o prêmio Nobel junto com ele.

 

O dia Internacional da Mulher nasceu do seio da luta pela igualdade e não é uma comemoração por conta do gênero, mas como homenagem às mulheres que derramaram seus próprios sangues em nome da luta pela igualdade.  A lenda conta que o dia internacional da mulher teria surgido como lembrança de um incêndio em um fábrica nos EUA em que 125 mulheres e 21 homens teriam morrido em 19 de março de 1911.  Entretanto a reivindicação de igualdade é anterior a isto e somente em 1917 que esta data seria fixada no calendário como se fala no site da BBC:

 “Em 1917, houve um marco ainda mais forte daquele que viria a ser o 8 de Março. Naquele dia, um grupo de operárias saiu às ruas para se manifestar contra a fome e a Primeira Guerra Mundial, movimento que seria o pontapé inicial da Revolução Russa.”

Fonte:  http://www.bbc.com/portuguese/internacional-43324887

Muitas mulheres enfrentaram seus patrões e foram castigadas por isso. Muitas mulheres lutaram pelo voto feminino apanharam da polícia e foram encarceradas. Minha homenagem é para as mulheres que lutaram no passado e que ainda lutam no presente, como Joana d’Arc lutando contra os ingleses ou as peixeiras invadindo Versalhes e lutando contra a fome na Revolução Francesa. Ou Maria Quitéria que lutou pela independência do Brasil ou Joana Angélica, madre que teria protegido Convento da Lapa em Salvador.

Assim como não existe o “Dia do Negro”, mas o “Dia da Consciência Negra”. Não deveria haver o “Dia da Mulher”, mas o “Dia da Consciência Feminina”, ou talvez, o “Dia da Causa Feminina”.

Então vocês, mulheres, vão me desculpar, mas só darei parabéns às mulheres que estiverem lutando pela igualdade de condições e que não se deixam oprimir nem por leis e nem por costumes machistas.

Parabéns as mulheres... que lutam!

  Autor:   Gustavo Adolfo de Medeiros


  Mais notícias da seção Artigo no caderno Sociedade
05/01/2018 - Artigo - A EPIFANIA DA INTOLERÂNCIA
Presépio que protestava contra corrupção é destruído na Glória. ...
05/06/2017 - Artigo - O CAPITALISMO PROPAGADO PELA DIREITA BRASILEIRA NÃO RESPEITA NEM PROTEGE AS DIFERENÇAS ENTRE AS PESSOAS, MAS AS VIOLENTA - parte 2
Por Anibal Lobão: "Este é o segundo texto da série que falei que escreveria. Espero que gostem"....
29/05/2017 - Artigo - O CAPITALISMO PROPAGADO PELA DIREITA BRASILEIRA NÃO RESPEITA NEM PROTEGE AS DIFERENÇAS ENTRE AS PESSOAS, MAS AS VIOLENTA - parte 1
Por Anibal Lobão: "Este é o primeiro texto de uma série que pretendo escrever. Espero que gostem"....
13/05/2017 - Artigo - NÃO EXISTE RACISMO NO BRASIL
Por Samuel Marques: "Muita gente participa do discurso de que não existe segregação, e que não somos uma sociedade onde o negro é tratado com diferença. Isso revela o racismo de algumas pessoas, e como gostaria de estar certo quando falo "algumas""...
11/04/2017 - Artigo - DEPOIS DO VENDAVAL RACHEL SHEHERAZADE, MINHA OPINIÃO (agora um pouco menos apaixonada)
Por Anibal Lobão: "Minhas impressões sobre as impressões que no dia de ontem foram expostas na rede sobre o episódio envolvendo a Rachel Sheherazade e Silvio Santos."...
19/02/2017 - Artigo - A QUEM INTERESSAR POSSA....
Por Angelita Linhares: "O presente artigo fala dos ataques que as concepções de direitos humanos têm recebido, incluindo a recente decisão do STF de indenizar os presos que sofrerem abusos no cárcere." ...
16/01/2017 - Artigo - UMA CHACINA POR SEMANA SERIA COISA BOA OU MÁ PARA A SOCIEDADE BRASILEIRA?
Por Anibal Lobão: "Nós queremos uma sociedade menos ou mais vulnerável à violência? "...
13/01/2017 - Artigo - O BEM SUCEDIDO DA FÁBULA FOI SEMPRE O TIO PATINHAS
Por Angelita Linhares: " a defesa de regimes econômicos, aspectos políticos e sociais deixaram de ser frutos do conhecimento das teorias e passou a flutuar na superfície dos jargões, e daí suas habituais incoerências onde, principalmente os que preenchem a categoria profissional "empresário", julgam-se eleitos naturais das políticas liberais mais e...



Capa |  Ciência e Educação  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mídia  |  Justiça  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MÊS DE MARÇO, MÊS DA MULHER  |  Política  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida
Busca em

  
108 Notícias