| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

PARA ALÉM DA GRANDE MÍDIA
Desde: 10/01/2017      Publicadas: 108      Atualização: 23/04/2018

Capa |  Ciência e Educação  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mídia  |  Justiça  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MÊS DE MARÇO, MÊS DA MULHER  |  Política  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida


 Política

  22/02/2018
  0 comentário(s)


O Carnaval não acabou: agora o Desfile é da Unidos das Forças Armadas

"Se a única coisa que de o homem terá certeza é a morte; a única certeza do brasileiro é o carnaval no próximo ano." - GRACILIANO RAMOS

"As vezes,o mundo não precisa de um outro herói. As vezes,o que ele precisa e de um mostro."
- Do filme, Drácula Untold

O Carnaval não acabou: agora o Desfile é da Unidos das Forças Armadas
Imagem retirada do Portal Terra

Não entro no senso comum que diz que não dará certo esta intervenção federal. Não tenho bola de cristal, teria que ver as próximas ações. Mas tudo indica que não passa de uma operação cosmética de marketing para melhorar a imagem de Temer, sem planejamento e sem objetivo permanente de resolução do problema da violência. Aliás, sou a favor do emprego das forças armadas. Surpresos? Desde que, obviamente, tenha um longo planejamento estratégico multidisciplinar, se possível com a participação da sociedade e seja provado a necessidade do emprego de tal força de dissuasão. O problema é que o presidente Vampirão sequer consultou o Conselho Nacional de Defesa, em vez disso, preferiu se reunir com equipe de marketing Elsinho Mouco e Antonio Lavareda ambos especialistas em Marketing como revelado pelo próprio o Globo no dia 18/02/2018. Pensando bem para que ele o faria se a finalidade era puramente política e não de resolver o problema?

 

Não descarto que dê certo. Dar certo do ponto de vista do governo Temer é dar a sensação de segurança na população do Rio de Janeira e servir de propaganda do governo Temer fora do estado fluminense. Tudo indica que houve um acerto entre a equipe de propaganda do governo Temer e a equipe de propaganda da Globo. Existe uma foto interessante publicada pelo site 247 (muitos criticam este site, mas não vejo porque ele seria menos confiável que a Folha, o Estadão, o Globo e a Veja) em que estão na foto: Duílio Malfatti (administrador das verbas federais de publicidade do governo federal), Fred Kachar (principal executivo da Globo), Elsinho Mouco (publicitário de Michel Temer), Maria Beltrão (apresentadora da Globonews). Isto faz lembrar o filme mexicano “Ditadura Perfeita”, em que o estado mexicano, com os piores índices sociais, resolveu que era melhor investir em publicidade do que em seu povo. Aí, contratou a emissora de TV que tentou destruí-lo. Qualquer semelhança não é mera coincidência. A Globo não passa de uma agência de propaganda que usa a notícia e o entretenimento para seu marketing. Até dentro das novelas, existe propaganda. A ideia é primeiro criar uma sensação de caos no Rio de Janeiro para aí, o presidente golpista vir com solução milagrosa: intervenção militar.

 

Tudo indica que Temer tem pretensões eleitorais e isto é dito até pela Globo, aliada do Temer. Com o crescimento pífio do PIB que não será suficiente para garantir empregos e elevar a popularidade dele, o Mordomo de Filme de Terror terá que se eleger presidente para eliminar a possibilidade de ir para a cadeia. Poderia tentar se eleger deputado, mas teria que se desincompatibilizar por seis meses antes e neste intervalo pode ir para a cadeia.

 

Com esta intervenção, o governo Temer tira o foco da agenda negativa que é a reforma da previdência e passa para uma agenda popular para a direita conservadora que, inclusive, clama intervenção militar há muito tempo (embora ela queira na prática uma ditadura mesmo). Ganha assim o governo carona na credibilidade das forças armadas. Uma vez Lula impedido e não havendo um candidato forte da Direita Conservadora (em termos de costumes), é inevitável que o Establishment, que é de Direita, mas Liberal em costumes, se desfaça de Bolsonaro que além de tudo é uma pessoa imprevisível.

 

A sensação de insegurança funciona assim. É sempre uma minoria que é afetada diretamente pela violência. O resto da população é afetada vendo a violência sobre os outros, ou pelo boca-a-boca ou pelo noticiário. A ideia não é resolver a segurança, mas dar a sensação de segurança. A principal fonte de sensação de segurança vem da própria grande mídia, se a grande mídia disser que agora está tudo seguro a tendência da população não afetada diretamente é de acreditar, principalmente vendo tanques na rua e a grande mídia mostrando imagens de que tudo está bem com depoimentos cuidadosamente selecionado entre a população de lugares em que a segurança deu certo, assim substituindo o boca a boca dos amigos e conhecidos por depoimento de desconhecidos. A população se impressiona com imagens, mesmo quando ela não confia veículo de mídia e o uso delas certamente será trabalhado intensamente pela mídia.

 

 “Dar certo” do ponto de vista de Temer é apenas obter popularidade e não resolver o problema. Lembrando, o que já disse se realmente estivesse preocupado em resolver o problema, teria se reunido antes com o Conselho de Segurança Nacional e feito o planejamento com ele, em vez de se reunir com a equipe de marketing. Ou seja, se o paciente estiver doente, em vez de tratá-lo, faz-se uma maquiagem.

 

Do ponto de vista da população dar certo é mais do que a sensação segurança momentânea, é trabalho permanente de segurança nas áreas pobres. Como este governo não tem preocupação com problemas sociais, não estou otimista.

 

Existem, além disso, mensagens subliminares preocupantes como a declaração do comandante máximo general Villas Boas  “garantia para agir sem o risco de surgir uma nova Comissão da Verdade” ou a declaração do general Augusto Heleno que comandou as operações no Haiti de que gostaria de “regras mais flexíveis”.  Eu só conheço uma regra para o funcionário público: a Lei.

 

Existe outra preocupação dos militares, é que as forças armadas se corrompam como aconteceu no México com tráfico de drogas. Não apenas as forças armadas não conseguem evitar todo o tráfico de armas pelas fronteiras, como muitas vezes é fornecedora de armas para a própria bandidagem. Será que granadas atravessam necessariamente a fronteira como lembrou meu amigo Aníbal? Há casos de desvios de armas do exército e, apenas uma pequena parte do desvio é encontrada. Sendo assim casos isolados são descobertas e não os desvios.

 

As forças armadas sabem que estão sendo usadas politicamente e general Augusto Heleno deixou claro isto. O Rio não é o estado mais violento e nem mesmo a capital fluminense é a mais violenta entre as cidades. Existem jornalistas que mostraram que sequer foi o carnaval mais violento.

 

É curioso que a intervenção aconteceu logo depois do desfile da Paraíso do Tuiuti em que Temer foi retratado como Vampirão. Aquilo deve ter sido a gota d’água para Temer perceber que era preciso fazer alguma coisa. Já que não tem conteúdo a oferecer, era preciso mudar a forma.

 

Para o desfile das campeãs, o governo agiu de maneira truculenta no bom e velho estilo mafioso, intimidando a Tuiuti. Possivelmente ameaçou usar a Polícia Federal para investigar qualquer conexão com o jogo do Bicho ou com o tráfico de drogas. Possivelmente lembrou detalhes sobre o acidente do carnaval passado em que morreu gente. Possivelmente investigou a vida de integrantes da escola de samba e da liga das escolas de samba. Possivelmente ameaçou o carnavalesco vestido de Temer, ou melhor, vampirão, que o uso da faixa presidencial poderia ser encarado como crime por ser um símbolo nacional. Só sei que o jogo deve ter sido muito pesado.

 

O fato é que Léo Morais, que encarnou o vampirão, não sabia se ia desfilar duas horas antes de começar de escola de samba entrar. Depois disse do medo da intervenção militar. Disse que perdeu a faixa, a Ninja Mídia, entretanto, mostrou que a faixa foi guardada. A coisa não parou por aí, o historiador vampirão foi orientado a tirar a fantasia e a maquiagem logo que o desfile terminasse. Em entrevista, Leo disse que a imagem do vampiro não representava Temer, mas o Sistema. Está mais do que na cara que o historiador foi ameaçado.

 

Deu para ver que houve outras mudanças no desfile em si, o elástico dos manifestoches ligados a mão gigante foram tirados. Queria ver o que mais foi tirado, mas a TV Brasil, como era esperado, não mostrou muito desta parte final do desfile.  Segundo o próprio Globo, que apoia Temer, disse que a liga da escola de samba permitiu que o vampirão desfilasse desde que fosse sem a faixa.

 

O que achei estranho foi tamanha intimidação ao Léo Morais. Já que a imagem do Vampirão já ganhou as redes sociais e tal intimidação só aumentaria tal desgaste. Depois entendi o motivo, Paraíso do Tuiuti disse que tinha novas surpresas para o desfile das campeãs. O cálculo político deve ter sido o seguinte, o que é preferível passar como intimidador de escola de samba que sairia logo do noticiário em dois ou três dias ou haver novas imagens ridicularizando Temer que se eternizariam na internet?

 

O fato é que mais dinheiro dos cofres públicos para esta megaoperação de Marketing do Vampirão. Com a Lei do Teto de Gastos, provavelmente o dinheiro sairá de uma área essencial para a sociedade, nunca de verbas parlamentares ou dinheiro de privilégios de altos funcionários do governo (incluindo juízes, procuradores, deputados, senadores, assessores). Será que alguém acredita que a solução para o crime no Rio virá de pessoas reconhecidas por quase toda a população como megacriminosos?

  Autor:   Gustavo Adolfo de Medeiros


  Mais notícias da seção Artigo no caderno Política
16/02/2018 - Artigo - PARAÍSO DO TUIUTI E O INFERNO DA GLOBO
"O desespero tem suas formas próprias de trazer a calma" e "É nos fracassos que aprendemos e não no delírio do sucesso!" - Bram Stocker, autor de Drácula....
06/02/2018 - Artigo - Carmen Lúcia e o cala boca já morreu
"Lembra-te de que és mortal" - dizia um escravo no ouvido de Júlio César enquanto era festejado em um triunfo romano....
29/11/2017 - Artigo - O Escândalo envolvendo William Waack
Este artigo tenta ser racional sem condenação prévia ao Jornalista, mas reconhecendo a gravidade da suspeita e sem pôr panos quentes em atos de racismos. ...
05/08/2017 - Artigo - JOGO DOS BOLSONAROS E A RELAÇÃO COM TEMER
Deputados como Jair Bolsonaro fazem jogo duplo, colaboram discretamente com o governo Temer ao mesmo tempo que fazem pose de moralistas para seus eleitores....
13/06/2017 - Artigo - TEMER VAI CAIR?
Temer cair é uma certeza para muita gente... mas a coisa não é tão simples quanto parece......
01/06/2017 - Artigo - Por que a Globo resolveu detonar o governo Temer?
Muitos analistas têm tentado responder a pergunta do título com suas hipóteses. Poderia falar das hipóteses dos outros, mas prefiro dizer as minhas.  ...
27/05/2017 - Artigo - A todos que puderem andar
"O preço da liberdade é a eterna vigilância" " Thomas Jefferson...
13/05/2017 - Artigo - O CONSERVADORISMO E O BIFE ESTRAGADO
Por Anibal Lobão:"Algumas palavras sobre ser pobre e ser de direita no Brasil..."...
28/04/2017 - Artigo - DOIS EXEMPLOS DE LEIS TRABLHISTAS QUE, NA PRÁTICA, SÃO MAIS PATRONAIS QUE TRABLHISTAS... E SÃO O RETRATO DE VÁRIAS DELAS...
Por Anibal Lobão: "Até que ponto as leis que pensávamos frutuosas para os trabalhadores realmente são? Duas delas, que tenho como retrato de muitas, mostram que, na prática, não são tão eficientes assim, conforme exponho no texto"....
26/04/2017 - Artigo - DIREITOS ROUBADOS
Por Rayane Souza, dezesseis anos, aluna do terceiro ano do ensino médio da Escola Venâncio Pereira Velloso, em Duque de Caxias-RJ, sobre o projeto de lei que trata da terceirização para qualquer tipo de atividade trabalhista. ...
13/04/2017 - Artigo - COMO FUNCIONA A CORRUPÇÃO POLÍTICA NO BRASIL
O artigo tenta detalhar as principais modalidades de corrupção feita aqui no Brasil....
15/01/2017 - Artigo - SOBRE O AUMENTO NAS TARIFAS DOS ÔNIBUS AUTORIZADO PELOS PREFEITOS DA BAIXADA FLUMINENSE-RJ: REGULAÇÃO, LIVRE CONCORRÊNCIA, OU OS DOIS?
Por Anibal Lobão: "Toda liberdade necessita de regulamentações, para que ela, a liberdade, possa ser preservada."...
13/01/2017 - Artigo - NOSSA GRANDE MÍDIA MANIPULA OU NÃO NOSSO POVO?
Por Anibal Lobão: "as redes sociais hoje configuram-se na melhor fonte de informações que o cidadão brasileiro pode ter, não somente por mostrarem o outro lado, aquele lado que sistematicamente a grande mídia se nega a expor por motivos óbvios, ou seja, o contraditório, mas porque permite acesso também a todos os lados possíveis, o que é tão import...



Capa |  Ciência e Educação  |  Cultura  |  Economia  |  Grande Mídia  |  Justiça  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MÊS DE MARÇO, MÊS DA MULHER  |  Política  |  Sociedade  |  Somente Imagens  |  Teologia e Vida
Busca em

  
108 Notícias