| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

PARA ALÉM DA GRANDE MÍDIA
Desde: 10/01/2017      Publicadas: 52      Atualização: 13/06/2017

Capa |  Ciência e Educação  |  Cultura  |  Economia  |  Justiça  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MÊS DE MARÇO, MÊS DA MULHER  |  Política  |  Religião  |  Sociedade


 Política

  27/05/2017
  0 comentário(s)


A todos que puderem andar

"O preço da liberdade é a eterna vigilância"

" Thomas Jefferson

A todos que puderem andar

Amigos,

sempre escrevo para vocês de forma analítica e, às vezes, fria. No oceano de ódio que vivemos, tento contribuir com algumas gotas de racionalidade. Entretanto, desta vez, devido as circunstâncias excepcionais, vou mergulhar no fundo da minha alma para trazer à superfície o desejo de mudança. A liberdade é como o oxigênio e a democracia é a fresta de ventilação em um ambiente fechado. Não seremos livres, se deixarmos que algumas centenas de homens corruptos sempre decidam o nosso destino, por isso, precisamos eleger novamente o mais rapidamente possível um novo presidente com legitimidade. Não devemos temer o povo, porque somos o povo.

Somos a voz da revolução! De uma revolução sem sangue, sem depredação e sem ódio. Não quebraremos bancos, mas banqueiros que forem corruptos. A violência gratuita é o método do fraco e do covarde. Denunciaremos e expulsaremos, se puder, os infiltrados vândalos. Nunca um defensor da democracia e da liberdade lançará fogo contra policiais ou queimará patrimônio público para destruir nossa festa democrática. Só usaremos o fogo para acender velas para este governo já morto.

Somos pacíficos, mas não passivos. E não deixaremos passar para os nossos filhos e netos a dor da vergonha de nossa omissão, porque eles nos cobrarão: “Por que estabelecemos para pessoas com pulmões estragados pela carvoaria a aposentaria aos 65 anos? Dão sorte quando vivem até os 40”; “Por que permitiram que fechassem hospitais públicos, fazendo com que pessoas pobres implorassem por suas vidas e de seus familiares nas portas de hospitais particulares?”; “Por que permitiram com que nos impusessem meia hora de almoço, depois quinze minutos, depois cinco e finalmente a alimentação intravenosa?”

Queremos um país para nós, sem xenofobia, todos os estrangeiros são irmãos, principalmente aqueles que vierem para ajudar a (re)construir nossa nação. Gostamos dos americanos, de sua música, de sua arte, de seus filmes, da beleza de seus artistas... Abraçamos os americanos que venham aqui nos trazer tecnologia, conhecimento e indústrias, mas não queremos que eles estejam armados aqui na Amazônia. Não queremos um Argos no céu da nação porque “ingenuamente” vendemos satélites para eles. Não queremos que mandem nem em nossas Terras e nem nas nossas plataformas continentais. Não queremos isto, nem deles e nem de quaisquer outros estrangeiros, enquanto houver ainda fronteiras e uma nação puder explorar a outra. Amamos a nossa pátria, nosso povo e nossa cultura, porque é nossa família e não nos curvaremos para nenhuma nação por mais rica e poderosa que seja. Queremos eles como amigos e não como feitores. Admiramos as qualidades dos ianques, mas não queremos adotar seus defeitos.

Não queremos ser explorados nem por estrangeiros e nem por nacionais. Por isso, exigimos para nós, povo, o nosso direito, o poder. Não pode ser inconstitucional a ampliação de direitos, ainda mais sabendo que o nosso governante, que não foi pensado para ser presidente no voto popular, determinou o destino dos próximos governos eleitos com a PEC do Teto e quer amarrar o nosso destino até o túmulo com a reforma na previdência.

Podemos nos unir e nos abraçar, esquerda e direita, no entanto, vamos discutir mesquinharias de quem teve a ideia primeiro? Ou ainda dar uma de criança mimada do tipo: “se ele for eu não vou?”. A grandeza é feita nos momentos difíceis. Será grande a direita que estiver nos movimentos difíceis com esquerda e vice-versa, se o objetivo for o bem comum de nosso povo e de nossa nação, porque todos somos brasileiros.

Perturbemos os políticos de forma que não consigam dormir mais a noite com nossos gritos, protestos, apitos ou bater de panela, se preferirem... até que abram mão de privilégios e mordomias em qualquer esfera de poder. Até que sejam obrigados a nos consultar sobre todas as grandes decisões. Até que expulsemos do poder todos os políticos que comprovadamente forem corruptos. O poder deve ter o cheiro do povo, o sangue do povo e pensar como o povo. Se for necessário façamos eleições diretas tantas vezes que nossos cansados dedos doam ao apertar novamente as teclas das urnas eletrônicas.

Por essas e por muitas outras razões que convoco e apelo a todos que puderem andar. Seja com as próprias pernas, seja com muletas ou com bengalas ou com próteses ou com rodas ou qualquer outro meio para que andem e encham as passeatas contra este governo corrupto, egoísta e anti-povo, mas principalmente clamem para que o direito do povo seja devolvido.

Que “raça” seremos de homens (e mulheres) fracos se deixarmos passar este momento histórico de mudarmos o nosso próprio futuro? Por isso, chamo a todos, direita e esquerda a beber juntos o vinho da democracia e brindar na praia de Copacabana neste domingo, a partir das 11 horas, 28/05/2017. Eleições Diretas Já e que uma vez feita a eleição que vença o melhor.

Não fracassemos mais uma vez na tarefa de construir um novo país!

  Autor:   Gustavo Adolfo Medeiros


  Mais notícias da seção Artigo no caderno Política
13/06/2017 - Artigo - TEMER VAI CAIR?
Temer cair é uma certeza para muita gente... mas a coisa não é tão simples quanto parece......
01/06/2017 - Artigo - Por que a Globo resolveu detonar o governo Temer?
Muitos analistas têm tentado responder a pergunta do título com suas hipóteses. Poderia falar das hipóteses dos outros, mas prefiro dizer as minhas.  ...
13/05/2017 - Artigo - O CONSERVADORISMO E O BIFE ESTRAGADO
Por Anibal Lobão:"Algumas palavras sobre ser pobre e ser de direita no Brasil..."...
28/04/2017 - Artigo - DOIS EXEMPLOS DE LEIS TRABLHISTAS QUE, NA PRÁTICA, SÃO MAIS PATRONAIS QUE TRABLHISTAS... E SÃO O RETRATO DE VÁRIAS DELAS...
Por Anibal Lobão: "Até que ponto as leis que pensávamos frutuosas para os trabalhadores realmente são? Duas delas, que tenho como retrato de muitas, mostram que, na prática, não são tão eficientes assim, conforme exponho no texto"....
26/04/2017 - Artigo - DIREITOS ROUBADOS
Por Rayane Souza, dezesseis anos, aluna do terceiro ano do ensino médio da Escola Venâncio Pereira Velloso, em Duque de Caxias-RJ, sobre o projeto de lei que trata da terceirização para qualquer tipo de atividade trabalhista. ...
13/04/2017 - Artigo - COMO FUNCIONA A CORRUPÇÃO POLÍTICA NO BRASIL
O artigo tenta detalhar as principais modalidades de corrupção feita aqui no Brasil....
15/01/2017 - Artigo - SOBRE O AUMENTO NAS TARIFAS DOS ÔNIBUS AUTORIZADO PELOS PREFEITOS DA BAIXADA FLUMINENSE-RJ: REGULAÇÃO, LIVRE CONCORRÊNCIA, OU OS DOIS?
Por Anibal Lobão: "Toda liberdade necessita de regulamentações, para que ela, a liberdade, possa ser preservada."...
13/01/2017 - Artigo - NOSSA GRANDE MÍDIA MANIPULA OU NÃO NOSSO POVO?
Por Anibal Lobão: "as redes sociais hoje configuram-se na melhor fonte de informações que o cidadão brasileiro pode ter, não somente por mostrarem o outro lado, aquele lado que sistematicamente a grande mídia se nega a expor por motivos óbvios, ou seja, o contraditório, mas porque permite acesso também a todos os lados possíveis, o que é tão import...



Capa |  Ciência e Educação  |  Cultura  |  Economia  |  Justiça  |  Ligeirinhas  |  Literatura  |  MÊS DE MARÇO, MÊS DA MULHER  |  Política  |  Religião  |  Sociedade
Busca em

  
52 Notícias